Fórmula infantil: Escolha a melhor para o seu filho

Qual é o pai que não deseja dar o melhor para o seu filho? Isso inclui também uma alimentação nutritiva e que possua tudo o que ele precisa não, é mesmo? Por esse motivo, listamos neste artigo as melhores fórmulas infantis para comprar online. Aqui você encontrará qual a fórmula infantil ideal para o seu filho e ainda contará com um guia para optar pela mais adequada. Gostou? Acompanhe a leitura para entender melhor.

As fórmulas infantis são muito indicadas desde o nascimento para algumas necessidades. Enquanto algumas crianças precisam desde cedo de complementar a amamentação, outras carecem da fórmula para suprir alguma necessidade nutricional, a ausência da mãe por diversos motivos ou, ainda, para tratamento de alguma doença.

Com isso, a fórmula infantil é um alimento essencial para muitas famílias. É importante, destacar que a amamentação exclusiva através do leite materno deve ser o principal alimento para bebês de até um ano. Contudo, há diversos motivos que podem afetar a produção de leite materno ou outras questões onde é indicada a complementação com a fórmula infantil.

Dessa maneira, a decisão por utilizar uma fórmula infantil deve ser feita pelo pediatra que acompanha o bebê, que levará em consideração o ganho de peso, a vida profissional da mãe e ainda outras patologias e necessidades nutricionais que a criança poderá ter. Deseja entender um pouco mais sobre esse assunto? Prossiga com a leitura.

Fórmula infantil: As 10 melhores opções para comprar online

Fórmulas próprias para refluxo, ideais para recém-nascidos ou que minimizam os sintomas da alergia à proteína do leite? Sim, com certeza, há uma ideal para o seu filho e suas necessidades. Veja abaixo quais são as fórmulas mais vendidas e indicadas pela internet para cada caraterística do seu pequeno.

Enfamil Enfacare

Fórmula infantil para recém-nascidos, pré-termo e alto risco

Enfamil Enfacare

Confira os melhores preços:

Melhor preço

Para quem tem um bebê prematuro e que já recebeu alta hospitalar,  essa fórmula é uma das mais indicadas. Apresenta um valor calórico e proteico mais elevado, sendo bastante útil para bebês pré-termo, recém-nascidos e de alto risco. Contém ácidos graxos de cadeia longa e DHA.  É bastante útil para bebês com necessidades nutricionais especiais.

Prós

Contras

Ideal para prematuros e bebês de alto risco Não indicada para crianças com alergias
Contém alto valor calórico e proteico  
Adequada para necessidades nutricionais especiais  

Nan Supreme 1

Fórmula Infantil para bebês de 0 a 6 meses

Nan Supreme 1

Confira os melhores preços:

Melhor preço

Denominada fórmula de partida ou de fase 1, a Nan Supreme é indicada para bebês nascidos a termo, sendo útil para os primeiros 6 meses de vida. Apresenta um mix de gorduras que incluem ácidos graxos essenciais, vitaminas e minerais, além de conter proteína parcialmente hidrolisada, o que a torna uma das mais indicadas para crianças nessa faixa etária.

Prós

Contras

Indicada para bebês nascidos a termo Não adequada para prematuros ou bebês de alto risco
Adequada para os primeiros 6 meses de vida  
Possui mix de gorduras, vitaminas e minerais  

Nestogeno 2

Fórmula infantil para bebês de 6 a 12 meses com prebióticos

Nestogeno 2

Melhor preço

Também chamada de fórmula de seguimento ou de fase 2, a Nestogeno 2, é indicada para bebês acima do sexto mês de vida e pode ser utilizada até o primeiro ano. Contém prebióticos, por isso, é recomendada para crianças que possuam alguma necessidade de tratamento do trato gastrointestinal.

Prós

Contras

Possui prebióticos Não indicado para menores de seis meses
Contém diversas vitaminas  
Não contém glúten  

Pregomin Pepti

Fórmula infantil para bebês com alergia à proteína do leite de vaca

Pregomin Pepti

Melhor preço

Com proteína extensamente hidrolisada e restrição de lactose, essa fórmula é indicada para bebês com alergia à proteína do leite de vaca (APLV) e que possuam quadros diarreicos, síndrome do intestino curto ou outras patologias disabsortivas. É recomendada desde o nascimento e é feita à base de 100% da proteína do soro do leite extensamente hidrolisada. Contém DHA, ARA e nucleotídeos.

Prós

Contras

Indicado para bebês com APLV e outras patologias Valor elevado
Extensamente hidrolisado  
Contém DHA, ARA e nucleotídeos  

Neocate LCP

Fórmula infantil com restrição de lactose e à base de aminoácidos livres

Neocate LCP

Melhor preço

Contendo restrição de lactose e aminoácidos livres, essa fórmula é indicada desde o nascimento para bebês que possuam necessidades dietoterápicas específicas. Pode ser utilizada por crianças que apresentem alergia à proteína do leite de vaca, alergia proteica múltipla e outras condições que comprometam a digestão. Isenta de proteína do leite, alguns de seus carboidratos e ingredientes provenientes de animais.

Prós

Contras

Ideal para crianças com alergias alimentares Uma das fórmulas mais caras da lista
Pode ser usada desde o nascimento  
Feita à base de aminoácidos  

Nan soy

Fórmula infantil à base de soja

Nan soy

Melhor preço

Contendo DHA e ARA, essa fórmula infantil é feita à base de soja. Ideal para ser utilizada desde a partir do sexto mês de vida. É indicada para crianças que apresentam alergia à proteína do leite, substituindo a proteína animal, já que é produzida 100% com proteína isolada da soja.

Prós

Contras

Indicada para crianças com APLV Muitas crianças APLV possuem também alergia à soja, por isso, é necessário investigar cada caso antes da utilização
Produzida 100% com proteína de soja  
Contém DHA e ARA  

Enfamil AR

Com amido e ideal para lactentes com regurgitação

Enfamil AR

Melhor preço

Essa fórmula infantil é bastante indicada para crianças que possuam refluxo gastroesofágico. Possui amido de arroz pré-gelatinizado, ideal para minimizar os episódios de regurgitação fisiológicos ocorridos nos primeiros meses de vida. Contém DHA e ARA e só deve ser utilizada após recomendação do pediatra que acompanha a criança.

Prós

Contras

Contém DHA e ARA Não deve ser utilizado em crianças menores de um ano sem indicação médica
Indicada contra o refluxo gastroesofágico  
Possui amido de milho pré-gelatinizado  

Aptamil profutura

Fórmula infantil com prebióticos e que permite melhor digestão

Aptamil profutura

Melhor preço

Com prebióticos, DHA, ARA e nucleotídeos, essa fórmula é bastante indicada até o sexto mês de vida. Possui uma formulação com ingredientes que possibilitam uma maior metabolização dos lipídios, melhor digestão e menor perda de cálcio nas fezes, o que consequentemente reduz as cólicas e constipações comuns nos primeiros meses de vida.

Prós

Contras

Contém prebióticos, DHA e ARA Nada
Possibilita maior metabolização e digestão  
Reduz a cólica e constipação  

Enfamil Gentlease

Fórmula infantil com proteínas parcialmente hidrolisadas

Enfamil Gentlease

Melhor preço

Para as crianças que possuem transtornos gastrointestinais leves, a fórmula infantil Enfamil Gentlease pode ser a mais indicada. Contendo proteínas parcialmente hidrolisadas, teor reduzido de lactose, além de DHA e ARA, esse produto é recomendado para minimizar cólicas, constipação, distensão abdominal, gases, choro e irritabilidade.

Prós

Contras

Indicada para minimizar sintomas gastrointestinais leves Nada
Contém DHA, ARA e nucleotídeos  
Possui proteínas parcialmente hidrolisadas  

Milnutri

Composto lácteo para crianças maiores de um ano

Milnutri

Melhor preço

Composto lácteo contendo óleos vegetais, fibras, cálcio, ferro, zinco e variadas vitaminas. É indicado para crianças mais crescidinhas, de 1 até os 5 anos. Não é chamado de fórmula e nem leite, pois é composto por outros ingredientes além do próprio leite. Por esse motivo, não é indicado para menores de um ano, sendo ainda mais recomendado para maiores de 2 anos.

Prós

Contras

Indicado a partir do primeiro ano de vida Não é considerado leite em pó, nem fórmula
Possui óleos vegetais e vitaminas  

Como comprar a melhor fórmula infantil?

Comprar uma fórmula infantil pode não ser uma das tarefas mais fáceis. É preciso considerar diversas características para garantir uma compra efetiva. Para te ajudar nessa busca, separamos algumas peculiaridades que você deve observar quando for comprar a fórmula ideal. Quer saber um pouco mais? Leia abaixo.

Fórmula infantil x composto lácteo

A primeira questão que deve ser analisada antes de comprar uma fórmula é a diferença entre a mesma e o composto lácteo. O composto lácteo veio substituir o leite de vaca e é uma opção mais saudável por conter outros ingredientes que são adequados para a fase que a criança se encontra.

Algumas modificações, como na quantidade e qualidade das proteínas oferecidas, além da substituição de compostos, como a troca da gordura saturada presente no leite de vaca por óleos vegetais, são algumas das alterações que tornam esse tipo de leite o mais adequado para crianças acima de 1 ano.

Essas mudanças são importantes para fazer com que esse alimento minimize e previna a obesidade infantil, além de beneficiar o desenvolvimento cognitivo e imunológico das crianças. Por conter xarope de milho, um tipo de açúcar, o composto lácteo pode ser contraindicado por alguns pediatras, que só os recomendam a partir do segundo ano.

Já a fórmula infantil é indicada para crianças desde o nascimento, até o segundo ano de vida, dependendo da indicação de cada marca ou modelo. Trata-se do leite de vaca modificado o suficiente para torná-lo mais similar ao leite materno. Alguns tipos de fórmulas são específicas para cada idade ou necessidade nutricional do bebê.

É importante destacar que as fórmulas de seguimento podem ser oferecidas às crianças até os dois anos, sem a necessidade de trocar por um composto lácteo ou pelo próprio leite de vaca.

Faixa etária

As fórmulas infantis podem conter diversas características que as tornam específicas para determinadas idades.

Para prematuros

Essas fórmulas se diferenciam das demais por oferecer os nutrientes mais importantes para o bom desenvolvimento dos bebês prematuros. Além disso, são compostas por proteínas e gorduras que auxiliam no âmbito psicomotor, visual e cerebral. Apresentam ingredientes modificados que facilitam a digestão e são muito indicadas como complemento, já que o colostro e o leite materno são os alimentos principais e ideais para os bebês recém-nascidos.

Fase 1

Também conhecidas como fórmulas de partida, são indicadas para bebês de 0 a 6 meses. Dependendo do tipo de fórmula podem conter a lactose como principal carboidrato, além do amido de milho, sacarose, maltodextrina e óleos vegetais. Esse último ingrediente tem como função possibilitar uma melhor digestão e são úteis para o desenvolvimento do sistema nervoso.

A quantidade de proteínas e micronutrientes dessas fórmulas é maior que a presente no leite materno. Entretanto, o leite materno é o alimento ideal para o bom desenvolvimento do bebê. A fórmula só deve ser utilizada com indicação médica, ou para complementação, ou em casos que haja total necessidade. Nesse contexto, somente o pediatra que acompanha a criança poderá indicar esse produto.

Fase 2

Com a introdução alimentar e o constante desenvolvimento da criança, é necessário um acréscimo de ferro para uma boa nutrição. Por esse motivo, as fórmulas de seguimento, ou de fase 2, apresentam as mesmas características das de partida, com exceção do maior teor de ferro presente nesses produtos. São indicadas do sexto mês até o primeiro ano de vida.

Tipo

Antes de comprar uma fórmula infantil, é preciso verificar se o tipo do produto é o mais adequado para as necessidades do seu filho. Veja quais são os principais tipos de fórmulas, abaixo.

Fórmulas à base de leite de vaca

Com nutrientes semelhantes ao leite materno, esse tipo de fórmula é indicado para as crianças que não apresentam nenhuma patologia, alergia ou dificuldade de digestão. Podem conter diversos nutrientes e probióticos que auxiliam no bom desenvolvimento do bebê. Apesar de conter leite de vaca, essas fórmulas são processadas de forma a fazer com que esse composto seja mais facilmente digerido pelo organismo da criança.

Fórmula infantil semi-hidrolisada

Essas fórmulas se diferenciam das comuns por terem a proteína do leite de vaca ainda mais processada do que as fórmulas tradicionais e, por isso, minimizam o risco de desenvolvimento de alergias. Fórmulas semi-hidrolisadas podem ser indicadas para crianças que apresentam histórico de alergia à proteína do leite na família ou que tenham episódios graves de cólicas.

Outros sintomas mais graves devem ser avaliados e fórmulas mais específicas podem ser recomendadas caso haja confirmação de APLV.

Fórmula extensamente hidrolisada

São indicadas para bebês que apresentam alergia à proteína do leite de vaca (APLV). Essas fórmulas possuem a proteína do leite ainda mais processada, sendo as macromoléculas quebradas em partículas bem pequenas, possibilitando um potencial alergênico inferior. Entretanto, em casos mais graves de APLV, essas fórmulas ainda não são a melhor opção.

Fórmula à base de aminoácidos

Fórmulas feitas à base de aminoácidos podem ser a única solução para bebês que apresentam alergia à proteína do leite de vaca de forma mais severa. Essas fórmulas são ainda mais elaboradas e, por esse motivo, são bem mais caras que as demais.

Fórmula sem lactose

Diferentemente da alergia à proteína do leite, muitas crianças apresentam intolerância à lactose. Apesar de serem comumente relacionadas, são condições distintas onde a alergia se refere a sintomas alérgicos que a criança apresenta após a ingestão da proteína do leite, enquanto a intolerância tem mais a ver com a incapacidade de digestão do carboidrato do leite.

A intolerância pode ser causada por ausência ou deficiência da enzima lactase, responsável por digerir a lactose. Dessa forma, as fórmulas são feitas sem esse carboidrato e indicadas para esses casos.

Fórmula à base de soja

Assim como as fórmulas sem lactose, as feitas à base de soja são também indicadas para as crianças que apresentam intolerância à lactose. A proteína utilizada nessas fórmulas é vegetal. Por isso, esses produtos podem ser utilizados também por crianças que apresentam alergia à proteína do leite de vaca.

Contudo, muitas crianças com APLV também possuem alergia à proteína da soja. Dessa forma, de acordo com a gravidade do caso, outro tipo de fórmula deve ser indicado. Por possuir um valor nutricional inferior às fórmulas feitas à base de leite de vaca, esses produtos só devem ser consumidos por meio da orientação do pediatra que acompanha a criança.

Fórmulas AR

As fórmulas AR são próprias para evitar a regurgitação e apresentam algum componente espessante que dificulta o retorno gástrico desse alimento. Só devem ser utilizadas após a recomendação do médico, pois podem causar constipação em alguns bebês.

Composição

As fórmulas infantis podem conter diversos componentes que agregam ainda maior valor nutricional a esses produtos. Dependendo da faixa etária e da necessidade nutritiva e dietética de cada criança, um ingrediente específico pode ser o mais adequado. Por isso, é tão importante que a fórmula seja indicada por um especialista, para suprir de forma assertiva o que cada bebê precisa.

Dentre os ingredientes mais encontrados podemos encontrar as mais variadas vitaminas, minerais, óleos vegetais, como o DHA e o ARA que são importantes para o desenvolvimento do sistema nervoso e também para a digestão, além de outros componentes destinados para cada situação específica.

Quantidade

Muita gente se confunde na hora de adquirir a quantidade de fórmula infantil. É importante destacar a importância de optar  por um produto de menor volume caso o seu filho esteja experimentando esse alimento. Dessa forma, é possível verificar os sintomas e constatar se o pequeno está se adaptando ou não à fórmula infantil.

Se a criança apresentar sintomas como prisão de ventre, diarreia, vômitos em jato, maior ocorrência de refluxo, sangue ou muco nas fezes é possível que o seu filho não tenha se adaptado à fórmula, ou apresente alguma patologia. Sendo assim, é preciso realizar a observação de qualquer um desses sinais e relatar ao pediatra para que haja uma avaliação mais assertiva.

Caso o pequeno já esteja acostumado a ingerir uma fórmula específica, é possível comprar uma quantidade maior, principalmente, se o produto estiver com um valor mais em conta. Para garantir a quantia adequada de nutrientes que o bebê precisa em cada fase do seu desenvolvimento, além de comprar a fórmula ideal para sua faixa etária, é primordial utilizar as medidas informadas no rótulo do produto.

Faixa etária

Quantidade

Frequência

Recém-nascidos 35g-85g A cada 3-4 horas
Um mês 113g+ De 4 em 4 horas
2-3 meses 113g+ 6-7 vezes por dia
4 meses 113-170g 7 vezes por dia
Meio ano 170-227g 5 vezes por dia
1 ano 227g 2-3 vezes por dia

Em geral, recém-nascidos utilizam de 35g a 85g de fórmula a cada 3 ou 4 horas. Com um mês, o volume passa para 113 gramas de 4 em 4 horas. Aos dois meses, a quantidade permanece a mesma do primeiro mês, mas a frequência aumenta para seis ou sete vezes por dia. Aos quatro meses, é possível que a criança utilize de 113g a 170g de fórmula, realizando até 7 refeições por dia.

Com seis meses, a introdução alimentar se inicia, entretanto, como a criança ainda está conhecendo os alimentos, a frequência de ingestão da fórmula deve ser de até 5 vezes ao dia, utilizando um volume de 170g a 227g. No primeiro ano de vida, a criança deve ingerir 227g e realizar 2 a 3 refeições com fórmula por dia.

É importante destacar que é preciso considerar a fome e necessidade alimentar da criança, além de nunca alimentá-la de forma forçada. Por isso, a frequência dessas refeições pode variar de bebê para bebê. Ademais, dependendo da marca da fórmula, esses valores citados podem variar. Dessa forma, para cada marca e também rotina de alimentação da criança, serão adequados uma quantidade específica de fórmula infantil por mês.

Conclusão

A fórmula infantil pode ser uma aliada quando é necessário alimentar a criança na ausência da mãe. Além disso, pode ser utilizada em casos especiais quando o bebê apresenta alguma restrição alimentar ou patologias onde são necessárias algumas medidas para minimizar os desconfortos e sintomas.

A fórmula infantil é bastante semelhante ao leite materno, entretanto, há diversos componentes e vitaminas essenciais que só são transmitidas aos bebês através da amamentação. Por esse motivo, a amamentação exclusiva em livre demanda é altamente recomendada nos seis primeiros meses de vida. Ademais, o leite materno é o principal alimento até o primeiro ano e ainda, deve ser mantido, pelo menos, até o segundo ano de vida.

Com isso, somente o pediatra deve avaliar a real necessidade da utilização de uma fórmula infantil, que considerará diversos fatores desde a rotina familiar, além de algumas doenças e o desenvolvimento da criança.

Há muitas fórmulas infantis e algumas são específicas para determinadas necessidades que a criança possui. Alguns desses produtos são ideais para um faixa etária e outros podem não ser indicados para bebês com alergias à proteína do leite ou intolerância à lactose.

Sendo assim, após constatar que seu filho precisa de uma fórmula infantil, considere os produtos que indicamos no nosso top 10 e acompanhe o nosso guia de compra para verificar se está fazendo a aquisição mais adequada para o seu pequeno.

Se você gostou deste artigo, compartilhe-o nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a escolher a fórmula infantil ideal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *